"Somos anjos duma asa só e só podemos voar quando nos abraçamos uns aos outros."

Pensamento de Fernando Pessoa deixado para todos os que estão na lista abaixo e àqueles que passam sem deixar rasto. Seguimos juntos!

OS AMIGOS

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

DESALENTO


Rebusco cá dentro
A minha força, a minha fé,
Como antídoto ao desalento.
Mas hoje perdi o pé.
E meu caminhar lento
não me deixou prosseguir…
Retrocedi sem desistir!
Apenas fiquei presa
Na prensa que me esmaga.
E assim triste e tensa,
Procuro-Te…
Mas meu pensamento divaga.
E oscila entre as graças que me dás
E a mágoa que o dia me trás…
Hoje estou desanimada.
Mas apesar de tudo, quero dizer-Te:
"Meu Jesus, obrigada.
Porque sem Ti, nada valho.
Sou nada!"

Dulce Gomes

(Hoje estou cinzenta...Mas irá passar...)

12 comentários :

  1. Amiga Dulce, os dias cinzentos servem apenas para darmos mais valor aos dias coloridos; além disso, são sinais de que o cérebro precisa de descanso, por isso descanse e tente não se preocupar com nada.
    Reze uma Ave-Maria às almas do purgatório e verá que se sentirá melhor, acredite; Deus mandará um arco-íris para lhe alegrar o coração.
    Jesus também teve dias cinzentos, também se entristeceu, também chorou, por isso entende-nos tão bem e dá-nos toda a ajuda que Lhe pedirmos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Dulce!

    (no facebook e aqui...)

    Sensibilidade de poeta..., considerando que o verdadeiro poeta é aquele que consegue transmitir a beleza e os sentimentos humanos mais profundos na escrita, num jogo foneticamente - e ritmicamente - sonantíssimo, que reflecte a eterna Beleza de Deus e para ela se dirige. Assim, sim.

    E, mãos ao alto! Depois do inverno vem a Primavera; depois da noite, o dia... E o sol brilhará. Nós podemos não o ver, diz Sta. Teresinha, naqueles dias de intenso nevoeiro... Mas, por detrás dessas nuvens espessas está o sol a brilhar... Ele permanece sempre na sua função. ELE está sempre, sempre, sempre em nós e a olhar-nos...

    Pelas vezes que ignorei ou esqueci esta certeza: Domine, miserere mei!

    E obrigada por partilhares o teu dom.

    ResponderEliminar
  3. Dulce
    Ás vezes as marés são altas o tempo é assim e o homem é fragil,mas com Deus como meta e o Espirito Santo como luz tudo se transfora.
    A guerra em paz
    A triteza em alegria
    etc...etc.
    Abraço grande e um sol a brilhar
    Utilia
    Ai como sou frágil....

    ResponderEliminar
  4. Como a entendo...
    Um lindo poema, muito sentido e actual para a maioria dos viventes.
    Que o Divino Espírito sopre nesse "desalento" e o transforme numa grande alegria...DEUS sabe o que faz, o que para nós, poderá ser uma catástrofe...para ELE... como nada é por acaso...será o melhor dentro do pior...
    Madre Teresa de Calcutá, S.José e tantos outros...incluindo Jesus também viveram tempos de desalento.
    Ofereçamos tudo a DEUS.
    Que o nosso Alimento seja a Vontade de Deus Pai.
    Nada mais a perturbe nem a turve...que sopre a Confiança...
    Crescer, é muito duro...e difícil...forte abraço, com o maior carinho e compreensão. Sei bem, como se sente minha querida.
    Mer

    ResponderEliminar
  5. hóooo , onde foste buscar a bandeira do menino jesus ,, ooooo eu também quero uma ,,, não consigo copiar ,, ai olha vou fazer birra , também quero búaaaaaa ..

    jocas ..

    ResponderEliminar
  6. bigadaaaaaaaa , amiga ..
    obrigada pela prendinha ,vês , já estou a dar-lhe uso ..
    mas não penses que esta fica já para o natal , nã , nã ,, eu no natal quero mais uma .. eh eh eh eh ..

    jinhos ..

    ResponderEliminar
  7. Amiga ,tambem esto cinzenta , desanimada,,, Mas obrigada meu JESUS. Um abracinho daqueles.......

    ResponderEliminar
  8. Amiga
    Sabes que estamos a chegar ao
    Advento

    Temos mais uma caminhada
    Inscrições?...
    Estás inscrita claro.
    Não te esqueças de comprar umas sandálias novas, já sei que rompeste as outras no mês de Outubro e Novembro.
    Beijinhos e mil.....sorrisos e um lindo céu azul e um mar cheio de ondas brandas .
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Amiga Dulce,
    Deus põe-nos muitas vezes à prova e é nos momentos de maior fragilidade que isso acontece, por vezes.
    Com Confiança e muita oração entreguemos a nossa vida nas mãos do Senhor e Ele no seu amor misericordioso nos indicará o melhor para nós.
    Tudo podemos Naquele que nos fortalece.
    Um beijinho da
    Ailime.

    ResponderEliminar
  10. Olá Dulce
    Será do tempo?
    Falo por mim, também tenho andado acinzentada.
    Vim beber um pouco das suas sempre belas palavras.
    E sabe? fiquei um cinzento mais clarinho. Quase quase branco como a paz.
    Obrigado por isso.
    um beijo da
    Biba

    ResponderEliminar
  11. Olá,amiga Dulce,esses dias cinzentos também por vezes me pairam no olhar e no coração.mas depois certamente com a ajuda de Deus retoma-se a caminhada.Que saudades de passar por cá,tinha necessidade de beber de tudo a aquilo que já me habituei e já sinto falta.A sua forma de falar de Jesus,obrigada a Deus e Pai e si também que atravês dele me ensina tantas coisas.Obrigada,Dulce,gostei do seu poema e da verdade que encerra e que percebo.
    Bom fim de semana.Abraço apertado.

    P.S. Já tenho o novo Pc,prometo voltar com mais brevidade. Zézinha C.

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar

As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável.
Madre Teresa de Calcutá